terça-feira, 2 de dezembro de 2008

LIVROS A MÃO CHEIA- até que enfim...


Diário Oficial de Quinta-feira - Nº 19853 - 20/11/2008 - Ano XCIII

Convênio com a Câmara Baiana vai priorizar escritores locais



A Assembléia e a Câmara Baiana do Livro dividirão as despesas e as responsabilidades



A Assembléia Legislativa assinou convênio ontem com a Câmara Baiana do Livro que permitirá a publicação de dois livros anualmente. O objetivo do convênio é o fomento da atividade editorial na Bahia, em particular incentivar a produção literária de escritores baianos. O ato foi realizado no gabinete da presidência, às 18h, com a presença de diretores e associados da entidade, que não possui fins lucrativos.
Depois de firmar o documento em nome do Legislativo, o deputado Marcelo Nilo manifestou a sua alegria em incentivar a cultura baiana, papel que considera "indeclinável da Casa que tenho o privilégio de presidir". Ele garantiu que a Assembléia dará continuidade ao "robusto" programa editorial executado pela Assessoria de Comunicação, implantado, como fez questão de registrar, pelo ex-deputado Antonio Honorato e ampliado por seu antecessor, o deputado Clóvis Ferraz (DEM).
O presidente da Câmara Baiana do Livro, Gilberto Amarante, agradeceu o apoio agora recebido e fez um breve relato da história de 50 anos da entidade que agora dirige, que possui cerca de 40 associados e "luta para garantir a publicação de livros escritos por autores "nascidos em nossa terra". Ele estava acompanhado do escritor, editor e ex-vereador da capital, Itaberaba Lira, e pelos escritores Carlos Vilarinho(ao fundo na foto) e Valdeck A. de Jesus, que tiveram trabalhos seus definidos através de concurso interno a serem sugeridos como os primeiros a serem editados pelo consórcio recém-firmado.
O convênio divide entre o Legislativo e a Câmara Baiana do Livro o custo das futuras publicações, sendo da responsabilidade dessas entidades as despesas referentes à editoração da obra, confecção da capa, digitação e revisão, cabendo à Casa o custo da impressão – a ser executada através da Empresa Gráfica da Bahia. Os títulos serão definidos entre as duas instituições.

2 comentários:

Gerana disse...

Boas novas. Muito bom. Bj.

Carlos Soares de Oliveira disse...

Você é um cara muito bom!